Descobrir - PR 16 Levada Faj„ do Rodrigues

PR 16 Levada Faj„ do Rodrigues


PR 16 Levada Faj„ do Rodrigues

Ponto de Partida: Ginjas - S. Vicente
Ponto de Chegada: Ginjas - S. Vicente
Tempo: 3h30m (ida e regresso)
Extensão: 7,8 km

Este trilho tem início nas Ginjas no Concelho de São Vicente e termina no mesmo local com uma distância de 3,9 Km (+ 3,9 Km de regresso), com uma duração de 3h 30m, a 580 metros de altitude. Este percurso ao longo da esplanada da levada Fajã do Rodrigues ou Levada Fajã da Ama duas designações, termina na madre da levada na Ribeira do Inferno.

Esta levada nasce no leito da Ribeira do Inferno, que separa as terras do Seixal das de São Vicente percorrendo lombos e pequenos vales até ao sítio do Rosário, irrigando os campos agrícolas de São Vicente.

Ao iniciar o percurso, o caminhante pode observar floresta exótica com espécies vegetais arbóreas como o pinheiro (Pinus pinaster) e eucalipto (Eucalyptus globulus), antecedendo a densa vegetação de uma das florestas indígenas da Madeira – A Floresta Laurissilva classificada como Património Mundial Natural pela UNESCO, desde Dezembro de 1999.

Ao longo do percurso são observadas quedas de água e as frequentes linhas de água, que garantem uma vivacidade às espécies vegetais arbóreas como o Seixeiro (Salix canariensis), o Til (Ocotea foetens), o Vinhático (Persea indica), o Folhado (Clethra arborea); e as arbustivas como o Gerânio (Geranium Palmatum), a estreleira (Argyranthemum pinnatifidum), as orquídea da serra (Dactylorhiza foliosa) e o ranúnculo (ou mais conhecido por doiradinha devido à coloração amarela das flores (Ranunculus cortusifolius).

Quanto às espécies animais, no percurso podem ser observadas espécies da avifauna, como o tentilhão (Fringilla coelebs maderensis), o Bis-bis (Regulus ignicapillus maderensis), que fazem parte deste ecossistema.

Ao longo da levada, os túneis são uma constante por entre as várias passagens. Entre os diversos e extensos túneis o caminhante poderá apreciar as paisagens panorâmicas sob o vale de São Vicente. Observe os vales que caem sobre o leito da Ribeira e prepare o regresso.

Ribeira do Inferno